Motor de Reservas
Início Clientes Marketing Digital Contato Blog

+55 41 3077 6585 | contato@falaturista.com.br

De segunda a sexta das 09h às 18h

Venda 8x mais com o site do
seu hotel

Com nosso Motor de Reservas você atinge resultados
incríveis em suas vendas diretas

Motor de Reservas

Importância da gestão correta de resíduos no setor de hotelaria

A partir da criação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) com a aprovação da lei nº 12.305/10, o Brasil passou a contar com mecanismos para promover o desenvolvimento sustentável em todos os setores da economia, inclusive no segmento de turismo e hotelaria.

É possível dizer que o país ganhou ferramentas atuais para lidar com os problemas sociais, ambientais e econômicos oriundos do tratamento incorreto dos resíduos sólidos.

Isso acontece porque objetivo da lei é diminuir a geração de resíduos, estimulando o consumo sustentável e aumentando a porcentagem de reciclagem e reutilização dos resíduos sólidos, prezando também pela destinação correta dos rejeitos sem afetar o meio ambiente.

Gestão de resíduos no setor de hotelaria

Basicamente, o segmento hoteleiro é composto por empreendimentos ligados ao setor terciário, com o objetivo de hospedar pessoas, a fim de suprir as necessidades básicas e superar as expectativas individuais de seus clientes.

Para assegurar uma espécie de classificação da excelência dos estabelecimentos hoteleiros, o Ministério do Turismo criou uma tabela contando com estrelas, um fator reconhecido pela Associação Brasileira de Indústrias de Hospedagem (ABIH).

De maneira geral, essas estrelas apontam a qualidade e a quantidade de serviços efetuados pelo respectivo hotel. No entanto, nenhum estabelecimento é obrigado a passar por esse critério de avaliação, uma vez que se trata de uma adesão totalmente livre e voluntária.

A partir disto, a lei de resíduos também se refere ao ramo de hotelaria. Isso acontece porque a área de hotelaria é uma das principais responsáveis pela geração de resíduos. Portanto, a necessidade de desenvolver estratégias para uma gestão ambientalmente correta é fundamental, desde as grandes redes até estabelecimentos de pequeno porte.

Muito tem se debatido a respeito da preocupação ambiental antes mesmo da aprovação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, já que esta se consistiu em uma oportunidade para que o empreendimento possa atrair e convencer o seu cliente sobre sua postura economicamente sustentável.

Apesar de ser uma questão que vigora em todo o país, existe uma ligação entre os elementos sociais e econômicos no incentivo a utilização de forma racional dos recursos naturais e, posteriormente, ao descarte apropriado dos rejeitos nos hotéis de todo o território nacional.

Segundo o artigo a “Avaliação da gestão ambiental no setor hoteleiro”, da Universidade Municipal de São Caetano do Sul, os hotéis de grande porte tendem a cobrar valores superiores quando contam com sistemas de gestão ambiental, simultaneamente em que diminuem as despesas, elevam as margens de lucro taxando mais por trabalhos sustentáveis, adotando uma postura estratégica economicamente interessante.

Em contrapartida, a situação dos pequenos empreendimentos ainda é da busca pelas melhores alternativas para atender todos os requisitos da lei nacional, sem afetar a sua viabilidade financeira.

O que acontece com os empreendimentos que descumprem a Política Nacional de Resíduos Sólidos?

O sistema de gerenciamento de resíduos sólidos, que também pode ser chamado de sistema integrado de gerenciamento de resíduos sólidos, tem como base o princípio dos três R: reduzir, reutilizar e reciclar.

Com a aprovação da Lei 12.305/10, não apenas as ações necessárias para a gestão correta dos resíduos foram determinadas para empreendimentos em geral, bem como as penalizações para quem desrespeitar ou ainda provocar poluição, gerando danos a saúde de pessoas ou a natureza.

Desta maneira, qualquer hotel que não conte com uma disposição apropriada de gerenciamento de seus resíduos sólidos pode receber uma multa que varia de 5 mil reais até o montante de R$ 50 milhões.

Neste contexto, a penalização pode ser imposta durante uma fiscalização corriqueira ou de uma denúncia. A vistoria é realizada por órgãos competentes para registrar auto de infração ambiental e dar início a um processo administrativo através de entidades ambientes ligadas ao Sistema Nacional de Meio Ambiente (Sisnama), responsáveis por todo o processo de apuração e averiguação, além de agentes do Ministério da Marinha e Capitania dos Portos.

Vale destacar também que as esferas municipais e estaduais referentes ao meio ambiente e o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), atuam também nas inspeções de atividades que podem causar problemas ambientais.

Importância de contar com gestão adequada de resíduos no seu hotel

Qualquer empreendimento, pequeno, médio ou de grande porte, acaba por gerar resíduos e para conceder a melhor destinação, é necessário contar com um plano de gestão dentro dos parâmetros adotados pela legislação nacional.

Antigamente, esta poderia ser considerada uma escolha para os proprietários, contudo, se tornou obrigatória a partir da publicação da Lei 12.305/10. Isso significa que você precisa contar com uma estrutura funcional no seu hotel.

Porém, essa necessidade não deve ser encarada somente como uma despesa extra para o hotel, mas uma forma de investimento para aprimorar sua infraestrutura. Prova disto é que existem vantagens incontestáveis ao adotar esse sistema de gerenciamento de resíduos sólidos.

1 – Simpatia do público

É impossível negar que existe uma crescente preocupação entre os consumidores a respeito da sustentabilidade em qualquer lugar do planeta. E esse pensamento fez com que diversas companhias diminuíssem substancialmente a sua resistência a modificações na sua estrutura corporativa, abraçando a temática ambiental como parte relevante na construção de suas estratégias de negócio.

A partir daí, o hotel pode destacar que segue todo o protocolo defendido na (PNRS) e ganhar ainda mais credibilidade junto a uma quantidade considerável de clientes, que só interagem com marcas em sintonia com seus princípios.

2 – Melhoria da reputação com mercado

Da mesma forma que o seu hotel ganha valiosos pontos com seus respectivos clientes, a postura adequada com relação à gestão de resíduos também permite uma melhoria significativa da sua reputação diante do mercado, possibilitando até mesmo a exposição do seu conceito de sustentabilidade em ações de marketing social.

3 – Geração de receitas

De fato, você não deve considerar os ajustes exigidos pela Política Nacional de Resíduos Sólidos somente como gastos. Você tem condições de lucrar por meio de sua gestão consciência de resíduos com a implantação de um programa interno para diminuição dos desperdícios, isso significa que o trabalho de conscientização proporciona a redução de despesas e, por fim, eleva a sua margem de lucratividade.

Plano de ação para gestão de resíduos no seu empreendimento

Medidas sustentáveis que podem ser realizadas em sua pousada, hotel ou resort e auxiliam no cumprimento de uma gestão de resíduos adequada;

1 – Monitoramente da média de resíduos

Execute um monitoramento de 30, 90 e 180 dias com o intuito de analisar a evolução das medidas adotadas.

2 – Troca de descartáveis por reutilizáveis

Sempre que possível troque os itens descartáveis usados ou dê preferência para itens descartáveis com menor probabilidade de prejudicar o meio ambiente. Mesmo objetos como copos, talheres, luvas e sacolas plásticas podem fazer a diferença.

3 – Ponto de coleta de pilhas e baterias

Disponibilize aos seus funcionários e hospedes um ponto muito bem sinalizado e de fácil alcance para descarte de pilhas e baterias usadas.

4 – Tratamento natural de efluentes

Tome as medidas necessárias para conceder o tratamento natural de efluentes, ou seja, o esgoto e a água da lavagem. Por isso, é preciso analisar as alternativas de ações de acordo com a sua disponibilidade de estrutura, espaço físico e capacidade financeira.

5 – Lugar vedado para resíduos sólidos nocivos

É indicado que você conte com um local vedado para guardar os resíduos sólidos contaminantes e que representam perigo para a saúde humana e ambiental. Vale lembrar que esta é uma obrigação especifica aos hotéis com 4 ou mais estrelas.

6 – Ambiente apropriado para itens nocivos e poluente

Qualquer hotel com 3 ou mais estrelas precisa manter registros detalhados e contar com um ambiente apropriado para o armazenamento de itens poluentes e nocivos.

7 – Capacite a sua equipe de funcionários

Todas as medidas anteriores podem surtir o efeito esperado e até superar expectativas, principalmente, se contar com uma equipe de trabalho devidamente treinada e consciente da importância desta gestão de resíduos.

Portanto, a qualificação dos colaboradores para agir de modo adequado no descarte de sólidos deve ser um dos pilares da política sustentável de seu empreendimento.

Exemplos bem sucedidos de gestão de sólidos dentro e fora do Brasil

Situado na cidade de Cesário Lange, em São Paulo, o empreendimento Mavsa Resort Convention & Spa, pode ser considerado um case de sucesso nacional devida a criação de uma gestão de coletiva seletiva aliada a qualificação dos funcionários.

Em entrevista a Revista Hotel News, a direção do estabelecimento afirmou que as medidas resultaram na diminuição de 19 para nove toneladas de resíduos geradas mensalmente. A principal dificuldade apontada pelo hotel foi encontrar companhias e órgãos que prestem serviço de destinação dos resíduos adequadamente.

Já um exemplo internacional vem de Tierra Atacama, no Chile. Com uma geração de 170 quilos de elementos recicláveis, o hotel chileno encontrou empresas especializadas na compra deste material, gerando receita extra.

Além disso, os resíduos orgânicos são reaproveitados pelo próprio estabelecimento, que conta com um local propicio para compostagem com capacidade para 1200 quilos. O objetivo do Tierra Atacama é diminuir em até 20% a produção de resíduos em médio prazo através de soluções sustentáveis.

Escreve um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *